Mais duas escolas estaduais de Sumaré terão Ensino Integral a partir de2021

Mais duas escolas estaduais de Sumaré terão Ensino Integral a partir de2021

A partir de 2021, mais duas escolas estaduais de Sumaré contarão com Ensino Integral: são a E.E. Profª Maria Ivone Martins Rosa, no Jardim Denadai, e a E.E. Residencial Bordon. A ampliação do PEI (Programa de Ensino Integral) no município atende a um pedido do deputado estadual Dirceu Dalben (PL), que segue trabalhando para que outras unidades também sejam contempladas na região de Campinas e todo Estado de São Paulo.

“No ensino integral, os alunos têm uma matriz curricular diferenciada, que inclui orientação de estudos, preparação para o mercado do trabalho, auxílio na elaboração de um projeto de vida, práticas experimentais, atividades culturais e esportivas. Tudo isso é essencial na formação dos nossos jovens, para que eles tenham um futuro com mais dignidade e qualidade de vida. Seguimos trabalhando para que este novo modelo de Educação alcance toda a rede estadual de ensino o mais breve possível”, comentou o deputado estadual Dirceu Dalben.

No PEI, os estudantes contam com o apoio do professor tutor e a carga horária é de até nove horas e meia – na rede regular, a jornada é de cinco horas e quinze minutos. Além disso, os professores e servidores que atuam no programa recebem gratificações.

Em todo o Estado de São Paulo, 400 novas escolas contarão com Ensino Integral no próximo ano letivo de 2021, ofertando 254 mil novas vagas para alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio. No total, serão 1.064 escolas integrantes no PEI, o que corresponde a 15% da rede.

Na RMC (Região Metropolitana de Campinas), além de Sumaré, escolas estaduais de Hortolândia, Campinas, Santa Bárbara d’Oeste, Americana, Indaiatuba e Artur Nogueira também serão contempladas a partir de 2021. Em Hortolândia, o novo modelo será implantado na E.E. Profª Conceição Aparecida Terza Gomes Cardinales (Jardim Amanda II), E.E. Manoel Ignacio da Silva (Vila São Francisco) e E.E. Profª Maria Cristina de Souza Lobo (Jardim Nova Europa). 

Fonte: Assessoria de Comunicação – Pâmela Paduan

Portal de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *