Vereadores aprovam Semana Municipal de Incentivo à Doação de Leite Materno em Sumaré

Vereadores aprovam Semana Municipal de Incentivo à Doação de Leite Materno em Sumaré

PL do vereador Ney do Gás, que objetiva conscientizar a população e estimular a criação de bancos de leite no município, recebeu 19 votos favoráveis na última sessão da Câmara Municipal

Na sessão ordinária da Câmara de Sumaré da última terça-feira (9), os vereadores aprovaram, com 19 votos favoráveis, o Projeto de Lei nº 73/2021, que institui a Semana Municipal de Incentivo à Doação de Leite Materno na cidade. De autoria do vereador Ney do Gás (Cidadania), a propositura estabelece sua comemoração anual, na semana que inclui o dia 19 de maio, Dia Nacional de Doação de Leite Humano, estabelecido pela Lei Federal nº 13.227, de 28 de dezembro de 2015.

Segundo o PL, os objetivos da semana são o incentivo à doação de leite humano e a expansão da coleta de leite nos hospitais maternidades e centros obstétricos. Para a conscientização da comunidade poderão ser firmadas parcerias com instituições culturais e educacionais, públicas e privadas, com o intuito de promover campanhas educativas, palestras, seminários, e outras atividades pedagógicas.

A proposta determina como ações da Semana Municipal de Incentivo à Doação de Leite Materno o estímulo à doação de leite humano, o incentivo à criação de bancos de leite, a divulgação de bancos e pontos de coleta na região, a promoção de debates sobre a importância do aleitamento materno, e o esclarecimento de dúvidas frequentes a respeito do assunto.

De acordo com Ney do Gás, “a intenção do projeto é salientar e incentivar junto à população a importância da doação de leite materno, desconstruindo mitos e quebrando tabus, a fim de elevar o número de nutrizes interessadas em doar leite aos bebês necessitados de nossa cidade. Então, é importante que haja em Sumaré programas de conscientização, para que seja ampliado o volume de alimento disponível aos bebês que, por diversos motivos, não possam ser amamentados por suas genitoras”, enfatiza.

Fonte: Câmara de Sumaré

Portal de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *